Publicado por: Prof. Eugénia Gomes | 2010/03/21

Português Língua Não Materna

Numa sociedade multicultural, como é a portuguesa, o reconhecimento e o respeito pelas necessidades individuais de todos os alunos e, em particular, das necessidades específicas dos alunos recém-chegados ao sistema educativo nacional devem ser assumidos como princípio fundamental através da construção de projectos curriculares que assegurem condições equitativas de acesso ao currículo e ao sucesso educativo. 

(In Ministério da Educação, Despacho Normativo 7/2006)

 

    Em Portugal, ao longo dos anos, tem vindo a crescer e a difundir-se o número de jovens provenientes dos mais variados Países do Mundo que, quando chegam às nossas Escolas, se debatem com necessidades aos mais variados níveis: necessidades linguísticas, que se apresentam como resultado do desconhecimento total ou parcial da Língua Portuguesa; necessidades culturais, que advêm dos códigos culturais da Sociedade de acolhimento; necessidades curriculares, consequência das diferenças entre o currículo do País de origem e do País de acolhimento e necessidades de integração, resultantes das inúmeras diferenças sociais e culturais entre Países. Todas estas necessidades são consequências directas tanto para as relações interpessoais e sociais, como para a própria aprendizagem, que se apresenta como algo muito difícil e complicado de concretizar no seio de tantas transformações e alterações de uma só vez. No entanto, e adquirindo um papel mais activo, os jovens recém-chegados vêem-se forçados a ganhar autonomia e responsabilidade, longe do seu País, da sua comunidade, dos seus amigos.

    O Dan, a Andriana, o Victor e a Kaliana são quatro jovens que estão a passar por todo esse processo. E cabe à Escola, Instituição, por excelência, responsável pela igualdade de oportunidades para todos os que a frequentam, a plena integração dos seus alunos, ajudando-os a ultrapassar todas as barreiras, nomeadamente as linguísticas, tornando-as aprazíveis e úteis, pensando na interculturalidade, na troca de experiências, de conhecimentos, de aspectos culturais e tradições.

    Promover o espírito de tolerância, desmistificar estereótipos culturais e atitudes preconceituosas face a grupos étnicos minoritários, promovendo actividades de intercâmbio cultural são metas a considerar no processo de ensino do Português enquanto Língua Não Materna (PLNM). Torna-se, portanto, necessário que o professor seja detentor de um conhecimento o mais aprofundado possível do perfil de cada aluno, bem como das suas motivações para a aprendizagem do Português (percurso escolar, motivos profissionais, interesses pessoais). Como consequência, o docente deve seleccionar as linhas orientadoras do seu trabalho pedagógico, de forma pragmática, tendo como objectivo colmatar as lacunas linguísticas e culturais que os seus alunos apresentem.

    Força de vontade de aprender, espírito de coragem e persistência são elementos fundamentais que não são descurados no trabalho desenvolvido pelos referidos alunos. Que este seja o início de um percurso que contribua para a plena integração do Dan, da Andriana, do Victor e da Kaliana na nossa Sociedade.

A Professora de PLNM,

 Eugénia Gomes

in Com Pias e Cabeça, edição número 31, Dezembro 2009, Periódica

About these ads

Responses

  1. Pesquisando nas páginas deste imenso mundo cibernético, deparei-me com este blogue. Senti necessidade e vontade de comentá-lo, tal como faço com outros similares que vou encontrando (embora ainda raros).
    De facto, hodiernamente, a chegada de alunos de outros Países e a sua integração na nossa Comunidade Escolar e Sociedade são imprescindíveis e fulcrais no futuro de quem procura uma melhoria de condições de vida.
    Cabe à escola e aos professores, enquanto educadores e veiculos de transmissão de conhecimento, serem também Humanos, atendendo a todas as necessidades destes jovens.
    Também eu já exerci a função de professor de Português como Lingua Estrangeira e, como tal, parabenizo todos aqueles que abraçam este projecto e dão a devida credibilidade à nossa Língua.
    Um bem haja colega e muito sucesso.

    Manuel Sousa.


Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Categorias

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: